- Perfil sócioeconômico da população
2000
escala 1:100.000 (DWF), 1:200.000 (JPG) e 1:100.000 (PDF)
||||

* Para visualizar os mapas, consulte a seção Índice de Mapas



Apresentação


Perfil Socioeconômico da População Paulistana

Bases de informação e Métodos utilizados
Dado que as condições de vida da população de São Paulo são muito heterogêneas e em grande medida associadas ao local de residência, optou-se inicialmente por trabalhar com informações descentralizadas por distritos municipais, que são as unidades de levantamento e agregação de dados usualmente utilizados.

A escolha dos distritos como unidade de análise se por um lado tornou possível um enfoque mais localizado, por outro também ofereceu problemas, dado que muitos deles não são homogêneos sob vários aspectos, entre eles renda e habitação. Ainda assim, a análise descentralizada foi possível e permitiu o delineamento do perfil de cada unidade distrital.

Em função do exposto, para se proceder à caracterização socioeconômica da população foi considerada relevante a análise das seguintes variáveis: distribuição territorial, perfil etário, nível de renda, escolaridade, condições de saúde, condições de habitação e segurança.

Para cada uma das variáveis foi pesquisado o elenco de dados disponíveis, chegando-se à definição final dos indicadores, conforme exposto a seguir:

Variável: Distribuição Territorial
Indicador 1: Densidade Bruta
Fontes: Fundação IBGE, Contagem da População, 1996; Secretaria das Administrações Regionais/SAR (Dados de área)

Indicador 2: Taxa de Crescimento Populacional
Fontes: Fundação IBGE, Censo Demográfico/1991 e Contagem da População/1996.

Variável: Perfil Etário
Indicador: Mediana da Idade
Fonte: Fundação IBGE, Contagem da População, 1996.

Variável: Nível de Renda
Indicador: Renda Média Familiar
Fonte: Companhia Metropolitano de São Paulo/METRÔ, Pesquisa Origem/Destino, 1987 (METRO, 1990).

Variável: Escolaridade
Indicador: Média de Anos de Estudo da População de 4 anos e mais
Fonte: Fundação IBGE, Contagem da População, 1996.

Variável: Condições de Saúde
Indicador: Taxa de Mortalidade Infantil
Fonte: Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados/Seade, 1998.

Variável: Condições de Habitação
Indicador 1: Quota Residencial (m2 /hab)
Fontes: PMSP, Secretaria das Finanças, Cadastro TPCL, 1999; PMSP, Sempla, Estimativa Populacional, 1999.

Indicador 2 - Porcentagem de População Favelada
Fonte: Fundação IBGE, Contagem da População, 1996.

Variável: Segurança
Indicador: Taxa de Mortalidade por Causas Externas
Fonte: PMSP, Programa de Aprimoramento em Informações sobre Mortalidade/PRO-AIM, 1998.

Os nove indicadores relacionados foram calculados para os 96 distritos municipais. Veja a tabela com os dados originais.

Por tratar-se de valores de diferentes grandezas - o que dificultaria a comparabilidade entre as informações - foi realizado um processo de padronização desses dados mediante o emprego da fórmula:

Zi = (Xi - Média) / Desvio-padrão

onde:

Zi - Informação Padronizada
X i - Informação observada para o distrito i
Média - Média das informações observadas nos distritos
Desvio-padrão - Desvio-padrão das informações observadas nos distritos

O passo seguinte consistiu em estabelecer as relações existentes entre os dados padronizados. Este procedimento foi possível com o auxílio da técnica estatística conhecida como Análise Fatorial, que sumariza as informações através de sua transformação em fatores. Os fatores são combinações entre as variáveis que estabelecem pesos com base na correlação existente entre elas.

Dentre todos os fatores criados o Fator Principal é aquele que agrega as informações mais fortemente correlacionadas e simultaneamente apresenta o maior número de informações correlacionadas. Os demais fatores apresentam correlações mais baixas com menor número de variáveis correlacionadas, tendo uma importância secundária na explicação do fenômeno estudado.

Dessa forma considerou-se no presente estudo apenas o Fator Principal, que indicou uma alta correlação positiva entre as variáveis Renda Média Familiar, Quota Residencial, Escolaridade Média e Idade Mediana; uma forte correlação negativa entre as variáveis Mortalidade Infantil, Taxa de Crescimento Populacional e Mortalidade por Causas Externas; uma fraca correlação negativa entre as variáveis População Favelada e Densidade Populacional Bruta.

Veja a tabela com os dados padronizados. A correlação de cada variável com o fator está indicada pelos pesos apresentados no final.

O Fator Principal de cada distrito foi obtido pela somatória da multiplicação dos pesos dos indicadores pelos seus valores padronizados no respectivo distrito, gerando uma classificação segundo seu perfil socioeconômico em ordem crescente do pior para o melhor padrão.

Resultado do perfil - Desta metodologia, resultou o mapa temático do perfil sócio-econômico da população paulistana.

Em relação ao seu perfil socioeconômico, a cidade de São Paulo não se distancia do padrão existente em outras metrópoles mundiais. Verifica-se, em sua parte mais central, uma extensa área ocupada por residências horizontais e verticais, na qual os indicadores socioeconômicos reforçam a presença e sugerem um padrão de vida associados às camadas médias e altas da população.

No interior desta área destaca-se a presença de um núcleo mais antigo, com baixa densidade de habitantes (distritos da Sé e Brás), onde as condições de vida encontram-se em processo de deterioração.

Os demais distritos, na medida em que se distanciam desta grande área, vão progressivamente apresentando queda no padrão socioeconômico da população residente, atingindo os piores índices nos distritos limítrofes, que acabam por formar extensas manchas de pobreza no território municipal.





Densidade bruta


Crescimento populacional


Mediana da idade


Renda média familiar


Média de anos de estudo


Taxa de mortalidade infantil


Quota residencial


Porcentagem da população favelada


Taxa de mortalidade por causas externas


Dados originais


Dados padronizados


Classificação do perfil socioeconômico


Mapa do perfil socioeconômico


atlasambiental@prefeitura.sp.gov.br